Relatório VI 22/05/20414 (IV Pilares)

Aula VI

Técnica:

Aquarela

Material:

Canson A4, Pincéis chatos macios no. 18, tintas (azul e amarelo), base impermeável, potes para água, bandeja para mergulhar papel, esponjas, potes para diluição da tinta, panos.

Participantes:

Henrique, 13, Gabriela, 13

Recursos Humanos:

Deriana Miranda – professora

Regiana Miranda – apoio

Tema:

As Nornas

Passo I

Contou-se dos momentos em que os nórdicos diziam que apareciam as nornas – a cavalo como valquírias, especialmente nas batalhas, e que determinavam quem iria morrer e quem venceria as lutas. Descreveu-se cada uma delas em suas formas de ser e parecer. Relacionamos suas tarefas com os tempo – o passado, o presente e o futuro.

Passo II

Pintamos o passado de azul – esfriamento, elevação, aceitação com gesto redondo; o futuro de amarelo – expansão, possibilidades, multiplicidade de direções, imprevisibilidade, com gesto reto; o presente foi a mistura de ambos em uma cor nova – o verde – sensualidade, umidade, vida, efemeridade, com gesto curvo acolhendo os outros dois.

Caminho:

Cada um pintou o seu papel seguindo o gesto idealizado até gerar o verde. Ao final era sugerido que se buscasse insinuar a forma das nornas.

Moto:

Professora: ‘O que você sente que é maior na nossa vida: o passado ou o futuro?’

Gabriela: ‘O passado, com certeza!’

Henrique: ‘Miseravelmente, o futuro é bem maior.’

(Gabriela revela a necessidade de apoiar-se no que está pronto. É insegura na sua capacidade criadora do futuro.)

(Henrique mostra sua falta de coragem diante da vida que ele vê ainda muito longa pela frente.)

Obs.: Henrique espelhou o trabalho da professora – pintávamos um de frente para o outro na mesa e sua pintura terminou por ter o futuro do lado esquerdo e o passado do lado direito. Ele observou por muito tempo sem percebê-lo – nem ele nem a colega. Ao ser questionado sobre o que seria mais coerente: colocar o passado ou o futuro do lado esquerdo do papel, ele afirmou que a sua pintura estava coerente – com o futuro na esquerda e o passado para a direita. Com um pouco mais de questionamento verificou-se que era apenas por necessidade de reafirmar suas escolhas, mas que a percepção do correr temporal é o mesmo dos outros.

Plano para Aula VII: O Panteão Nórdico.