Vida Real

23 novembro 2014, Comentários 0

monetEntão nos vemos todos juntos. Todos trabalhando lado a lado, ou não, talvez sejamos uma família, de qualquer forma caminhando pela vida um ao lado do outro. Cada um nasce em um tempo, cada um aprende em seu próprio tempo, e a vida assim se desenrola como deve, não é?

Não.

Ninguém está assim tão disposto a aguentar os erros dos outros. Queremos que todo mundo esteja no ponto que nós pensamos que eles deveriam estar. Não temos o menor pudor de apontar defeitos – sejam eles defeitos ou não, porque muitas vezes são características nos outros que acordam a nossa imaginação imatura e simplesmente a gente não consegue reconhecer que os outros fazem caminhos diferentes.

O que fazer? Pense bem se é justo sair distribuindo atestados de incompetência, de improbidade, de imoralidade, etc por aí? Quem de fato sabe o quanto pode ir adiante e o quanto já se desenvolveu se não a gente mesmo?

Então, a gente simplesmente não faz bem se fica apontando o que os outros deviam fazer. Nem ninguém pode apontar em nós nossos defeitos ou qual o próximo passo a ser dado. Você é único. É um só e de você não se farão cópias, afinal. Somente você está dentro da sua pele e sabe a medida do seu passo.

E se você é auto-indulgente, preguiçoso, imoral, a medida está aí dentro.

Agora examine-se bem. Quem pode dizer algo de você mesmo é você. Use toda a sua energia para isso. Junte as pontas soltas. Aprume o torto. Ninguém precisa te dizer o que deve ser feito, só você. Então se determine e faça.

 

Deriana Miranda

Professora há 27 anos, 13 como professora Waldorf, Deriana Miranda é licenciada em Educação Artística Artes Plásticas - FAP, Licenciada e Bacharel em Letras Português/Inglês – UFPR e Especialista em Meio Ambiente, Educação e Desenvolvimento – UFPR. Cursou o Seminário de Pedagogia Waldorf - FEWB, frequentou o Curso Livre de Ciências Naturais e Humanas: Pesquisa e desenvolvimento da Epistemologia e Prática da Pedagogia Waldorf – FEWB, e é co-fundadora do Liceu Rudolf Steiner – empreendimento social fundamentado na Pedagogia Waldorf e do Jardim Limão Rosa, uma iniciativa Waldorf, no qual é atualmente professora.