Falhas do esperado

15 fevereiro 2013, Comentários 1

falhaA vida é uma atividade que olhamos de dentro para fora como por uma janela, nossos sentidos se restringem a acreditar no que possa vir pela frente. Temos o hábito de imaginar os próximos passos, porque assim desejamos e porque lidamos com estatísticas que são um tanto quanto tendenciosas. As estatísticas se baseiam em algo parecido com “eu sou legal, eu mereço”.

Assim namoramos o cara dos sonhos, passamos no primeiro vestibular, nossa roupa esteve sempre certa para todas as ocasiões e seguimos o protocolo da etiqueta. Na verdade a vida não é assim. Nem sempre o nosso casamento é para sempre. Ela é muito mais divertida e cheia de emoções, a vida adora brincar com a gente para nos chamar a atenção. Para nos dizer que o namorado dos sonhos era um boboca, que o curso que escolhemos aos 17 anos para o primeiro vestibular não tinha nada a ver com a gente e na hora que somos despedidos descobrimos que vender pipoca na rua é muito mais lucrativo que ficar sentado no escritório.

Além de todas essas incertezas adoráveis, deixamos outras certezas de lado, quando na adolescência achávamos que éramos mais espertas que nossa mãe e nossas tias em dois tempos elas falam, ué porque você não ligou? ou porque você já não largou mão desse rapaz? No começo ouvimos como perseguição, passando uns meses ou ano vemos que sofremos à toa, mas tudo bem, ainda dá pra fritar bolinhos de chuva e tomar um café aproveitando a prosa delas.

Acreditar que tudo passa é sim um excelente remédio, acreditar que o que vem do universo é para nos ensinar, ou para nos mostrar novas possibilidades é o que é mais digno. Mas o melhor de tudo é dar umas risadas e esperar o melhor. A esperança nos alegra e nos mantém motivados, amorosos com a vida.

Também olhar pro lado e ver que hoje seu namorado/marido não é um boboca, o curso da faculdade que você fez trouxe os melhores amigos. A profissão que tem é a que mais poderia te satisfazer, os filhos te dão muito orgulho, daí essas falhas do esperado só viram marcos da incerteza divertida da vida.

Fruir do que a gente é, aonde a gente está nos pontua que o agora já é bom, que o susto e as decepções fazem parte dessa oscilação brincalhona.

Regiana Miranda

Professora de artes e trabalhos manuais e co-fundadora do Liceu Rudolf Steiner de educação para a autonomia de crianças, adolescentes, adultos e idosos. Regiana acredita no amor como fonte transformadora da vida e inspira pessoas a se tornarem mais conscientes do seu próprio amor para viverem mais felizes e de forma mais autêntica.

  • Ana Maria Miranda

    O destino é só uma desculpa. A gente tem de escolher e confiar, afinal a voz interior é que deve ser ouvida. O empenho na tarefa é que produz frutos, seja ela qual for.