Domingos

24 fevereiro 2013, Comentários 1

quiosqueDomingos estão nos fins de semana mas são o primeiro dia delas. Será por isso que muita gente se entope de comida para compensar a semana que está por vir? Ou outras ficam escarrapachadas no sofá pensando, hoje é o dia que não posso fazer nada?

Hoje quando eu caminhava no parque de manhã passei pelas churrasqueiras e ainda que eu veja isso todo final de semana sempre me espanto e me alegro. Tem gente já sentado nos quiosques reservando sua churrasqueira. Toalha xadrez e tudo! isso cedo  um pouquinho antes das oito.

Então fiquei vendo o que eu acho que seria o pai e o filho conversando, o saco de carvão na bancada e pensei, devem estar esperando alguém que chegará com a salada, o arroz e a maionese de batatas, ou seria só pão com linguiça? Na verdade o menu não fazia a menor diferença o que era legal é que estavam ali, no gramado, juntos conversando, esperando o dia ficar ainda melhor com o almoço.

Ainda que não goste de churrasco quero ser como essas pessoas que aproveitam o domingo inteiro de manhã até a tarde, num lugar lindo, cheio de verde, com parquinho perto e pássaros. Pessoas que estão sem preguiça de viver, que saíram das suas casas e se propuseram a viver um pouquinho mais perto da natureza e dos seus familiares.
Além de se prepararem para o fim de semana ser um marco entre as semanas, todos merecem confraternizar e ter um dia de folga. O brindar não é só para noivado e ano novo, todos os momentos merecem brindes pois estamos presentes neles, vivos, podendo dizer saúde! viva!

Tem gente que passa os domingos na casa da avó que sempre faz o mesmo prato e claro, ninguém fica insatisfeito, só reclamam quando ela inventa um novo menu, o macarrão dela é o melhor e pronto. Mas o importante mesmo é poder estar uns com os outros, rindo, brindando e esperando uma ótima semana, que os domingos possam ser nos parques, nas casas das avós, nas nossas casas, mas depende de nós irmos para o sofá ou levantarmos cedo e deixarmos os domingos mais charmosos.

 

 

 

Regiana Miranda

Professora de artes e trabalhos manuais e co-fundadora do Liceu Rudolf Steiner de educação para a autonomia de crianças, adolescentes, adultos e idosos. Regiana acredita no amor como fonte transformadora da vida e inspira pessoas a se tornarem mais conscientes do seu próprio amor para viverem mais felizes e de forma mais autêntica.

  • Ana Maria

    Passei muitos finais de domingo já sofrendo pela segunda-feira.Depressão pela vida mal planejada. Muitas vezes me faltava alegria pelo trabalho. Não aproveitava o domingo e sofria antecipadamente pela segunda-feira.