Amor e a torta de morangos

11 outubro 2013, Comentários 0

morangosComo será que chegamos aqui? Foi uma enorme generosidade, só mesmo uma energia amorosa gigantesca para nos dar a oportunidade de estar aqui, viver e reviver. Errar uma porção de vezes e ficar de pé novamente por que o amor nos segura, nos faz acreditar, nos relacionar, receber todo o apoio e a proteção.

Mas nós somos desconfiados e com pouca fé, queremos o pedaço maior do bolo, ou pelo menos guardamos um pedaço para mais tarde, porque temos medo que esse pedaço suma, que fiquemos sem, daí perdemos a companhia para comer o bolo, perdemos a chance de amar,  de compartilhar, daí com tudo, temos momentos que ficamos sem bolo. Claro, quando a gente acredita de verdade acontece. se acreditamos numa Deusa Amorosa esta que rege nossas vidas, mas se acreditamos que o bolo some, o bolo some.

A gente tem prova disso quando fala pra a mãe não fazer nenhuma crítica, porque a palavra da mãe é lei, e é, porque a gente acredita. Não vai sair agora que vai chover, vai ficar parado no congestionamento, assim é, daí quinze minutos depois estamos entalados no congestionamento, podendo ter esperado meia hora, respirado e ouvido mais umas piadas da família no café.

Pois eu sou daquelas que acreditam mesmo em paz e amor. Daí eu vou vivendo e testemunhando a vida amorosa que existe, que sim, tem pessoas que escondem o pedaço de bolo, mas daqui a pouco encontro outra pessoa que me dá um bolo inteiro, melhor do que eu imaginava, cheio de morangos orgânicos bem maduros, doces, como a natureza amorosa preparou, com o carinho amoroso que a massa foi preparada.

Desejo que todas as pessoas do mundo tenham a oportunidade de receberem mais bolos, para fazerem mais bolos e nunca mais acreditarem que o bolo vai sumir, quero que elas confiem nessa energia amorosa que nos rodeia, que também podemos produzir, para que essa energia possa dar muitas provas para ela que a vida é doce como uma torta de morangos e ela foi desenhada para isso.

Regiana Miranda

Professora de artes e trabalhos manuais e co-fundadora do Liceu Rudolf Steiner de educação para a autonomia de crianças, adolescentes, adultos e idosos. Regiana acredita no amor como fonte transformadora da vida e inspira pessoas a se tornarem mais conscientes do seu próprio amor para viverem mais felizes e de forma mais autêntica.